Revista Poesia Sempre, ano 13, n.23

“Palavras iniciais

Na história da revista Poesia Sempre houve apenas um número monográfico, voltado para a poesia de Carlos Drummond de Andrade. Fato que se impunha com toda a naturalidade para a comemoração do nascimento de um de nossos maiores poetas. Linha-de-força e presença identitária.

O número que ora se apresenta é o segundo instante em que a Revista abraça uma temática exclusiva e continental: a poesia de Angola e Moçambique - as partes de África, que dizem e explicam substancialmente a relação entre nossos países, feita de modo direto ou transversal, aberto e solidário, no contexto sul-sul, dentro de categorias culturais e arquetípicas.

Como disse Alberto da Costa e Silva, há que considerar o Atlântico como um rio. E aqui pensamos também no Índico. Atravessá-los implica retomar os laços de uma compreensão mútua, sem a qual deixamos de avançar em nossa própria identidade.

Os ensaios aqui presentes confirmam semelhante perspectiva, como os que tratam da música negra, ou das obras de Jorge Gumbe e Bertina Lopes, no campo das artes visuais, ou na poesia de Rui Knopfli e José Luís Mendonça.

O coração da revista reside na bela e instigante antologia realizada por Ana Mafalda Leite e Luís Carlos Patraquim, poetas e ensaístas de marca, cuja escolha é bem o índice de uma visão ampla e abrangente do processo cultural.

Não foi possível - por circunstâncias de tempo e espaço — incluir a poesia das ilhas, bem como a de Guiné Bissau. Delineamos, no entanto, um panorama da poesia de Cabo Verde e esperamos recuperar nos próximos números não apenas a geolírica da língua portuguesa da África, mas unificar partes outras, como a desejada e breve parte oriental de Timor.

Consignamos aqui os nossos agradecimentos a Raquel Martins Rêgo, Morgana Maselli, Laura Minervini, Bertina Lopes (a Mama B), Alberto da Costa e Silva, Eduardo Portella, Carmen Lúcia Tindó Ribeiro Secco, Mônica Carneiro e a todos que colaboraram direta ou indiretamente nesta edição.

E sobretudo a Ana Mafalda Leite e Luís Carlos Patraquim, sem cujo entusiasmo esta edição não passaria de um sonho.

Um diálogo de que muito se orgulham os editores da Revista Poesia Sempre. “

Marco Lucchesi

Características (título)

Ano de publicação: 
2006