Formação de leitores e construção da cidadania: memória e presença do Proler

Autor(es): 
Diversos autores

“(...) Toda política pública de incentivo à leitura, todo desempenho pedagógico que passa pela cultura e inevitavelmente pelo livro não pode, nem deve ser estabelecida de cima para baixo e não consegue abrir mão dos professores, dos bibliotecários, dos agentes de leitura, tendo de conferir voz e vez a essa comunidade que, de há muito, vem lutando para tornar o acesso ao livro e à leitura mais democrático.

Nesse aspecto, o Programa Nacional de Incentivo à Leitura – Proler, da Fundação Biblioteca Nacional, é um exemplo de vida e de infatigável exercício cidadão, que tem como fonte e impulso a consciência de que ler mais é ser mais.

O Proler vem crescendo por dentro e por fora. Verticalizou-se e se horizontalizou. Porque sabe que o alfabeto – tudo o que ele é e significa -, guarda a chave do mundo. Queremos ouvir e contar com todos os Comitês e aperfeiçoar sempre este Programa que pertence a cada um de nós.”

Célia Portella         

(Da Apresentação)

Características (título)

Ano de publicação: 
2008

Rótulos

Livros
Pesquisas