Viva Santo Antônio!

sábado, 13 de junho de 2020.
Notícia
Santo Antônio, Santo, Convento de Santo Antônio, Fundação Biblioteca nacional
Conhecido como o santo casamenteiro, padroeiro dos humildes, atrai o apreço de muitos simpatizantes e fiéis, e no Brasil, marca o início das festas juninas. Nascido em Portugal, batizado como Fernando, em 1191, Santo Antônio de Lisboa, ou, Santo Antônio de Pádua, tem atrelado ao seu nome às cidades em que nasceu e faleceu. Foi religioso em Portugal, da Ordem dos Cônegos Regulares da Santa Cruz, dotado de grande intelectualidade e intensa vida espiritual. Em 1220, já ordenado padre, em contato com frades franciscanos sentiu-se atraído à vida missionária e ingressou para a Ordem dos Frades Franciscanos, tornando-se, Frei Antônio.

cobertura-6539-viva-santo-antonio.jpg

Convento S. Antônio, de 1845, de Louis Buvelot, ao centro o Convento, abaixo, uma mulher escravizada com tabuleiro e homens conversando.
Convento S. Antônio, de 1845, de Louis Buvelot, ao centro o Convento, abaixo, uma mulher escravizada com tabuleiro e homens conversando.

No Mosteiro franciscano, São Francisco de Assis percebeu os dons e a intelectualidade de Santo Antônio e este, ficou responsável pela formação teológica da congregação, além, da dedicação aos mais necessitados. Aos 36 anos, acometido por uma doença, faleceu em 13 de junho de 1231, em Pádua. Com fama de santidade, foi canonizado logo no ano seguinte.

A gravura em destaque, é do Convento de Santo Antônio, localizado no Largo da Carioca, Rio de Janeiro. Os franciscanos chegaram ao Brasil junto com os primeiros portugueses, provisoriamente, ficaram no Largo de Santa Luzia. Em 1608, iniciaram a construção do convento em uma colina batizada como Morro de Santo Antônio. Nos anos de 1748 a 1780 o convento passou por reformas de ampliação. E ao longo dos anos as dependências passaram por reformas e restauração. Atualmente, o Convento de Santo Antônio, permanece ativo, mantém as atividades religiosas e recebe visitantes e fiéis no espaço.