May the Fourth be with you!

terça-feira, 5 de maio de 2020.
Notícia
Star Wars, Guerra nas estrelas, quadrinhos, comics, Ficção científica, Dia de Star Wars, Que a força esteja com você
Aqueles fans de filmes de ficção científica celebraram no dia 4 de maio “O dia de Star Wars” e, em um giro pela cultura geek da atualidade, não é difícil encontrar jovens alucinados pelos sabres de luz, e pelas batalhas memoráveis entre o “lado negro da força” e os rebeldes, representados especialmente pela figura de um brilhante mestre das lutas Jedis pequeno, idoso e verde: Mestre Yoda – luminosa nele a força era.

cobertura-6394-may-fourth-be-you.jpg

O filme “Star Wars” foi lançado em 25 de maio de 1977(Manchete)
O filme “Star Wars” foi lançado em 25 de maio de 1977(Manchete)

“May the Force be with you”, isto é, “que a Força esteja com você”, tornou-se uma das dez frases memoráveis do cinema e a sonoridade causada pela pronúncia em inglês data de hoje, “may-the-fourth”, transformou o quatro de maio em uma referência entre os apaixonados pela saga da família Skywalker.

Retrocedendo um pouco, o filme “Star Wars” foi lançado em 25 de maio de 1977(Manchete), em uma audaciosa aposta que unia ficção científica, fantasia, disputas pelo poder intergaláctico, uma boa dose de humor e de genialidade para os chamados efeitos especiais. Voltado para a juventude, o filme contava ainda com uma trilha sonora espetacular, alicerçada em marchas clássicas, e uma história recheada de revezes. O sucesso de público e crítica fez com que o filme inaugurasse a onda dos “blockbusters”, uma correspondente cinematográfica dos “bestsellers” em literatura. Desde o princípio, filme arrasador (Jornal do Brasil), isto é, quando ele entrava em cartaz, todos os outros lançados simultâneamente tornavam-se secundários.

Inicialmente uma trilogia, criada pelo cineasta George Lucas, e inspirada em filmes de cowboys e super heróis, como Flash Gordon, bem como da cultura japonesa (Jedi seria uma derivação da palavra jidaigeki, das narrativas de samurais), atualmente conta com 12 longa-metragens, além de uma série de episódios de curta-metragem em desenho animado, live action, daí em diante. Fora a franquia comercial que garante a venda de produtos da marca, como robôs de plástico que são produzidos desde 1977(Manchete). Estima-se que o patrimônio arrecadado atualmente gira num valor aproximado de 30 bilhões de dólares.

A saga movimenta-se em torno da luta de grupos rebeldes contra uma força imperial, autoritária e poderosa, personificada na figura de um ser mascarado, envolto em uma capa preta e que, acompanhado do som ofegante ocasionado pela sua respiração, amedronta e controla pela força do pensamento aquele que se opõe a sua ordem. Darth Vader é, até hoje, um dos vilões mais temidos do universo cinematográfico e, pasmem, um dos mais queridos também!

Sim, lá vem spoiler (até porque, se você não conhece Guerra nas Estrelas, está na hora de ver): seus filhos, um jovem aprendiz Jedi, de nome Luke Skywalker, e sua irmã gêmea, a forte e destemida Princesa Léa, que crescidos afastados entre si e desconhecidos de seu pai, Anakin Skywalker, o real nome de Darth Vader, são arrebatados pela rebelião e juntam-se para destruir aquele que seria o maior temor de sua geração: a submissão a um poder ditatorial. Han Solo, Cheewe, Obiwan Kenobi, C3PO, R2D2 são outros personagens importantes na trama principal. O último longa foi lançado em 2019, e a proposta atual é a elaboração de live actions sobre os personagens, como o já lançado Han Solo (2018).

E qual seria o motivo dessa ambiguidade sobre Darth Vader, um vilão querido? Mais spoilers? Sim. Na verdade, Vader é um vilão que se redime quando salva da morte o seu filho Luke e atinge com um golpe fatal seu mentor de malignidades, o Lord Palpatine (ou Darth Sidious), vindo a morrer em seguida. Abre-se um dos flancos do “lado negro da força,” para que o bem, ou a luz, triunfe.

No Brasil, a influência da saga é perceptível entre os Cosplayers, fans que se caracterizam com as roupas e gestuais de seu personagem favorito, durante as Comic Con, convenções internacionais de profissionais, artistas, desenhistas, cineastas, desenvolvedores de games, que ocorrem anualmente em diversas cidades no mundo, inclusive em São Paulo.

E você? Qual o seu episódio favorito da saga? Conta para nós nos comentários!

May the Force be with you!

Que a Força esteja com você!

*Na Biblioteca Nacional, no acervo de Publicações Seriadas, pode-se encontrar, na coleção da Editora Brasil América Limitada (EBAL), os títulos de Histórias em Quadrinhos Flash Gordon, bem como vários personagens míticos e de histórias de cowboy, trazidos ao Brasil por Adolfo Aizen, e que serviram de inspiração para a juventude brasileira construir seu imaginário heróico-fantástico. Também encontram-se periódicos mais recentes da série, como “Star Wars. Legends”, de 2014, “Star Wars. Darth Vader” e “Star Wars”, ambos de 2015, disponíveis para pesquisa presencial.

(Raquel França dos Santos Ferreira e Alex da Silveira)