O Bonde da Assistência

quarta-feira, 8 de abril de 2020.
Notícia
Antigamente, o bonde era um dos principais meios de transporte do país, que foi evoluindo ao longo dos anos. Da tração animal aos elétricos, modalidades de bondes foram criadas, adaptando-se às mais variadas funções: bondes de luxo ou bondes de “distinção”, onde rituais de batizados e casamentos eram realizados, aos bondes de grande circulação, têm-se os bondes da assistência, cuja tarefa era o atendimento médico, prestado pela assistência municipal a fim de facilitar o socorro ao público.

cobertura-6297-bonde-assistencia.jpg

Bonde da assistência pública da Cia. Ferro-Carril do Jardim Botânico
Bonde da assistência pública da Cia. Ferro-Carril do Jardim Botânico

O bonde da assistência atuava tanto em pontos fixos espalhados pela cidade, quanto por vezes cumpria ação itinerante. Segundo nota publicada pelo jornal carioca A Noite, de 1922, haviam bondes da assistência bem equipados, capazes inclusive de realizar cirurgias, se necessário.

Na foto ao lado, vemos um bonde da assistência pública da Cia. Ferro-Carril do Jardim Botânico estacionado na Praia do Flamengo em 1922. O Presidente da República, Epitácio Pessoa (no estribo), o Prefeito da cidade do Rio de Janeiro, Carlos Sampaio e o médico Adalberto Ferreira, diretor de Higiene e Assistência Municipal.