BIBLIOTECA NACIONAL esclarece operação do ISBN

quarta-feira, 11 de março de 2020.
Notícia
ISBN, FBN informa, livros, publicação de livros
A Fundação Biblioteca Nacional, a despeito de comentários nas redes sociais, vem a público explicar que:

1) A agência internacional do ISBN, sediada em Londres, estabeleceu o prazo de 28 de fevereiro para que as atividades de registro do ISBN até então sob responsabilidade da Fundação Biblioteca Nacional (FBN), através da Fundação Miguel de Cervantes, fossem encerradas;
2) A FBN programou todo o cronograma de encerramento para cumprir o prazo estabelecido, que consistia em finalizar os atendimentos aos pedidos no dia 7 de fevereiro, tempo necessário para registrar todos os pagamentos feitos através de boleto bancário, com prazo de 10 dias para quitação e fechar o banco de dados para envio à ISBN Internacional. Os últimos cinco números de ISBN foram registrados no dia 28 de fevereiro e a última base de dados, enviada a Londres na mesma data.; 
3) Todas as informações, inclusive os prazos para os pedidos, foram publicados nos sites da FBN e do ISBN e enviados aos editores através de mala direta com um mês de antecedência;
4) No mês de janeiro, diante da incerteza do mercado com a mudança no sistema, os pedidos de registro do ISBN triplicaram. Vários editores e autores solicitaram, inclusive, registros para os meses de março e abril. Todos foram atendidos.  
5) A partir de meados de fevereiro, a CBL – empresa que assumiu os registros do ISBN no Brasil – passou a também atribuir os números aos editores;
6) O atual presidente da Fundação Biblioteca Nacional, Rafael Nogueira, não participou da negociação com o ISBN, posto que assumiu o cargo em dezembro de 2019, após as tratativas terem se encerrado.