Cerimônia de divulgação - Concurso Anexo da Biblioteca Nacional

terça-feira, 18 de novembro de 2014.
Premiação
concurso, prédio anexo
O Instituto de Arquitetos do Brasil (IAB) e a Fundação Biblioteca Nacional divulgaram, na última sexta-feira, 14 de novembro, os vencedores do Concurso Anexo da Biblioteca Nacional, durante cerimônia na sede do IAB-RJ.

A cerimônia contou com a presença do Presidente da Fundação Biblioteca Nacional, Renato Lessa; da Ministra interina da Cultura, Ana Cristina Wanzeler; do Presidente nacional do IAB Sérgio Magalhães; do Presidente do IAB-RJ, Pedro da Luz; do Presidente da Companhia de Desenvolvimento Urbano da Região do Porto do Rio de Janeiro (CDURP), Alberto Gomes Silva; do Presidente da comissão julgadora, Ricardo Villar e a coordenadora do concurso, Norma Taulois.

O concurso teve 66 inscrições de profissionais de todas as regiões do país e recebeu 38 trabalhos. Fizeram parte do júri, Sérgio Magalhães, Ricardo Villar, e os arquitetos Luiz Antonio Lopes de Souza, Nivaldo Vieira de Andrade Junior e Gilberto Belleza.

O primeiro lugar ficou com os arquitetos Hector Ernesto Vigliecca Gani, Luciene Quel, Ronald Werner Fiedler e Neli Yumi Shimizu, do escritório Arquiteto Hector Vigliecca e Associados. O projeto valoriza os vínculos entre o Anexo da Biblioteca e o edifício e Praça Esplanada, resultante da reubarnização da Região Portuária. Além disso, a comissão julgadora destacou a interdependência cultura-natureza através da espacialidade estabelecida entre o bloco leste e a Baía de Guanabara.

O Presidente da Fundação Biblioteca Nacional, Renato Lessa, afirmou que o programa trará uma Biblioteca contemporânea, que permitirá redefinir a relação da Instituição com o Rio de Janeiro. “A Biblioteca se integra mais ainda na paisagem cultural carioca, e participa desse megaprojeto de renovação urbana do Rio e isso é uma grande oportunidade”.

Para a Ministra da Cultura, Ana Cristina Wanzeler, o projeto traz grandes benefícios para a cidade, como a melhoria da qualidade de vida e fortalecimento do turismo. A ministra ressaltou, ainda, que o ministério busca sempre apoiar projetos de revitalização de patrimônios. “Há 232 bens tombados no estado e esta salvaguarda é importante para garantirmos a nossa história. O Ministério da Cultura olha com muita atenção para a revitalização de localidades, tendo a cultura com um de seus alicerces”, disse.

Participantes da cerimônia de abertura
Participantes da cerimônia de abertura
Imagem do projeto vencedor do Concurso Anexo da Biblioteca Nacional.
Cerimônia de divulgação do Concurso